Economia colonial: o açúcar

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Como começou...
Os colonos plantaram as primeiras mudas de cana-de-açúcar e instalaram o primeiro engenho da colônia em 1533. A maior concentração dos engenhos de açúcar ocorreu no nordeste. Em pouco tempo, a produção açucareira superou a atividade do pau-brasil.
Mas, por que os portugueses inventaram de querer produzir logo o açúcar na colônia?Não poderia ser outro produto não?Vejam então as razões...


*Condições naturais favoráveis
*Experiência portuguesa, com resultados bons quando testada anteriormente.
*Promessas de grandes lucros


O açúcar era considerado um produto de luxo na Europa, e alcançava altos preços no mercado europeu.


Obs. Lembre-se que o negócio açucareiro ficou não só nas mãos dos portugueses, mas também nas mãos dos holandeses.


Engenho: Lugar onde era produzido o açúcar.
Sociedade açucareira:
-Senhores de engenho
-Homens livres
-Escravos


Vejam nessa imagem como era composta a sociedade açucareira:

Esse plano de produzir o açúcar deu certo, mas, a produção estava crescendo, e então era logicamente, necessário de mais mão-de-obra. E quem será que os portugueses colocaram para trabalhar como escravos?Isso mesmo!No início foram os indígenas, mas depois, utilizaram mão-de-obra africana.


Acompanhe a música aqui:
"O Brasil é de Portugal, mas nem da atenção...
É o período pré-colonial, e só pras Índias vão...
Aqui tem pau Brasil, escambo rola então...
Só quando a coisa pega, tem colonização..

Açucar vão plantar, porque mercado tem..
Solo e clima vão ajudar, o português também..
E quem vai trabalhar, é escravo então..
Melhor os africanos baby, que muitos lucros dão.."

Autor: Professor Chico de História
Música: Brasil Colonial

Grupo:2



3 comentários:

Annie Custodio . disse...

Goostei muito do blog ^^

Anônimo disse...

Muito massa esse blog

Maria Luísa disse...

gostei do modo como explicou o seu texto =) parabens, me ajudou muito

Postar um comentário